Energia e Ambiente

Conheça os projetos apoiados pela Fundação Galp na área da Energia e do Ambiente.
Energia e Ambiente

Ponte pedonal e ciclável sobre a 2ª Circular

Foi inaugurada no início de 2015 a ponte ciclável sobre a Segunda Circular com a presença do Presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, e do Vice-presidente Executivo da Galp Energia, Luís Palha da Silva. A ponte, que estabelece a ligação entre o Campo Grande, Benfica e o Estádio Universitário, numa extensão ciclável contínua de cerca de nove quilómetros, contribui para alargar a malha da rede de ciclovias, promovendo assim a mobilidade sustentável na cidade de Lisboa.

Este projeto surge na sequência do concurso internacional “Pontes para um futuro mais positivo”, lançado em 2009 pela Fundação Galp em colaboração com a da Experimenta Design - EXD’09. Nesse âmbito, foram avaliados projetos para uma ponte ciclável e pedonal sobre a Segunda Circular de Lisboa e foi selecionado o projeto que deu origem à ponte agora inaugurada, da autoria de Telmo Cruz e Maximina Almeida, do gabinete de arquitetura MXT Studio. O responsável pela execução do projeto é António Adão da Fonseca, que esteve envolvido em projetos de relevo, como a Ponte Vasco da Gama, o Oceanário de Lisboa ou a Casa da Música, no Porto.

Veja a apresentação do projeto na sequência da Semana da Mobilidade de Lisboa.

Veja aqui o vídeo do projeto

Ciclovias Benfica / Telheiras e Jardim do Campo Grande

Enquadrado no protocolo que a Fundação Galp estabeleceu com a Câmara Municipal de Lisboa (CML) em 2009, este projeto insere-se no âmbito do plano de mobilidade e “Estrutura Ecológica de Lisboa – Plano Verde” da CML, que visa promover formas de mobilidade mais sustentável na cidade.

Além da ponte ciclável sobre a 2ª Circular, as iniciativas da responsabilidade da Fundação Galp incluem duas outras obras que lhe são complementares: a construção do percurso ciclável entre Benfica (Quinta da Granja) e Telheiras e a repavimentação da pista ciclável do Jardim do Campo Grande.

Estes dois percursos, que se encontram unidos e abrangem uma extensão ciclável contínua de 8,8 Km, encontram-se concluídos e equipados com diversos totens informativos e com ilhas ar/água para o enchimento de pneus e apoio aos ciclistas em tudo semelhantes às que existem em qualquer estação de serviço da Galp Energia.

Estes equipamentos foram inaugurados no dia 17 de setembro de 2011, num grande passeio de bicicleta, promovido no âmbito das iniciativas do Verde Movimento Alfacinha para esse fim de semana, que marcaram o arranque da Semana Europeia da Mobilidade.

A concentração dos ciclistas deu-se pelas 9h30 no Jardim Amália Rodrigues (no topo do Parque Eduardo VII). Com o apoio da Fundação Galp, o Verde Movimento Alfacinha animou a cidade de Lisboa com inúmeras iniciativas ao longo desses dois dias.

Histórico

A Aliança para a Prevenção Rodoviária foi um programa plurianual multi-stakeholder que teve como missão mobilizar a sociedade em torno da problemática da Segurança e Prevenção Rodoviária. Para tal foram criadas condições para a investigação, sensibilização e ação nesse âmbito, com vista à melhoria do comportamento dos condutores no trânsito.

A par da Galp, da Direcção-Geral de Saúde, da Autoridade Nacional para a Segurança Rodoviária e da Sair da Casca, a Fundação Galp Energia foi membro da Direção deste projeto, tendo financiado o maior e mais completo estudo, nos últimos 10 anos sobre as atitudes e comportamentos declarados dos portugueses face à sinistralidade rodoviária (desenvolvido com o parceiro académico ISCTE-IUL).

Inauguradas em Setembro de 2011, as ciclovias resultam de um Protocolo estabelecido com a Câmara Municipal de Lisboa. Este projeto surge com o intuito de sensibilizar a população, apoiar a preservação do ambiente e, simultaneamente, promover a saúde e o desporto na comunidade.

O troço, que se situa em zona residencial perto de escolas e escritórios, tem grande potencial de utilização e permite potenciar circulações quotidianas casa-trabalho mas também de lazer, ligando parques e jardins.

Reconhecendo a importância do desenvolvimento de ações de conservação e promoção da biodiversidade, a Fundação Galp Energia apoiou, entre 2009 e 2010, a implementação do Projeto M@rbis-NATURA 2000 – o Sistema de Informação para a Biodiversidade Marinha, aprovado no âmbito do Plano de Ação da Comissão Interministerial para os Assuntos do Mar (2008/2020).

Este projeto visa a organização e sistematização da informação científica existente sobre a biodiversidade marinha dos oceanos sob jurisdição Nacional, incluindo a criação de um sistema de informação integrado sobre a biodiversidade marinha, bases de dados e ainda uma rede de partilha de informação entre instituições.

No seguimento da forte aposta da Fundação Galp em sensibilizar a comunidade para o tema ambiental e promover a mobilidade urbana mais sustentável, a Experimenta Design 09 (Bienal que decorreu entre setembro e novembro de 2009) foi contemplada com 40 bicicletas distribuídas pelos diferentes espaços do evento, que estiveram à disposição dos visitantes para se deslocarem gratuitamente na exposição.

O conceito de partilha foi igualmente potenciado, dado que 20 dessas bicicletas eram de 2 lugares. As referidas bicicletas foram previamente alvo de uma intervenção artística exclusiva por jovens designers selecionados do Instituto de Artes e Design (IADE), numa tentativa de aproximação do meio universitário à realidade empresarial.

Concurso de ideias de Mobilidade Sustentável desenvolvido em parceria com o MAOTDR – Ministério do Ambiente e Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional, e a APA – Agência Portuguesa do Ambiente, em conjunto com as Autarquias a nível Nacional lançado em 2009.

O concurso sob o tema "Ideias para o ar por um projeto para ficar" destinou-se a premiar o projeto de medida permanente que, de forma mais eficiente, promovesse uma melhoria da qualidade atmosférica da(s) cidade(s), explorando a questão da mobilidade urbana numa vertente de sustentabilidade.

A votação on-line entretanto efetuada premiou a autarquia de Almada com o projeto “Bicla Tejo”, um percurso pedonal e ciclável que liga a Trafaria e a Costa da Caparica, com articulação entre a ligação fluvial Belém - Trafaria e o corredor da ciclovia.

No sentido de estreitar a sua relação com a comunidade científica nacional, a Fundação Galp associou-se à Sociedade Portuguesa de Física, tendo lançado, no final de 2011, o "Concurso “Mais Energia”.

Este concurso teve como objetivo premiar os melhores trabalhos de alunos e jovens investigadores do Ensino Superior na área da conversão e gestão de Energia, e as melhores abordagens ao tema feitas em sala de aula por professores do ensino secundário.

Os trabalhos submetidos a concurso foram analisados e selecionados pelo júri - composto por reconhecidas personalidades da comunidade científica e académica e por especialistas na área da energia – tendo sido apurados os vencedores e entregues os respetivos prémios monetários em 2013.

Imprimir

Partilhar: