Entidade de Abril de 2013

Associação de Proteção à Rapariga e à Família

Missão e Visão

A Associação de Proteção à Rapariga e à Família é uma Instituição Particular de Solidariedade Social sediada em Faro, no Algarve. Foi fundada, em 1934, por um grupo de senhoras da cidade. É uma associação de inspiração católica privada e é membro da Associação Católica Internacional ao serviço da Juventude Feminina.

A Proteção tem por fim apoiar e promover a juventude, designadamente as raparigas, independentemente da sua condição social, situação económica, etnia ou religião, especialmente aquelas que se encontrem em situações mais frágeis (vítimas de violência, maus tratos, abandono), salvaguardando-as dos perigos a que podem ser expostas.

Neste contexto esta Associação propõe-se a:

  • Contribuir para o estudo dos problemas de inserção social que afetam os jovens, tomar medidas e promover iniciativas para os resolver;
  • Cooperar com outras instituições que tenham o mesmo fim, ou fins complementares;
  • Criar serviços e atividades sobre a sua direta orientação, nomeadamente: Lares, Centros de Abrigo e Acolhimento, atividades de tempos livres, organizar encontros, reuniões, seminários e espaços de debate. 

Projetos

A Protecção à Rapariga tem as seguintes valências:

A) Centro de Acolhimento Temporário Protecção à Rapariga

O C.A.T. Protecção à Rapariga está em funcionamento desde o dia 1 de junho de 2007 e tem como objetivos:

  1. Acolher jovens entre os 12 e os 18 anos de idade, do sexo feminino, que se encontrem em situação de risco ou perigo;
  2. Avaliar as necessidades e problemáticas das jovens ao nível social, psicológico, educacional, saúde e jurídico.
  3. Proporcionar às jovens a satisfação de todas as necessidades básicas;
  4. Definir com a jovem, e com o apoio da família, sempre que possível, o seu projecto de vida;
  5. Proporcionar apoio sócio-educativo adequado à idade e características pessoais de cada jovem.

B) Cantina social

Em Julho de 2012 a Junta Diocesana de Faro - Protecção à Rapariga assinou o Protocolo de colaboração no âmbito da convenção da rede solidária de cantinas sociais para o Programa de Emergência alimentar do Instituto de Segurança Social, I.P. E A., que permite garantir refeições diárias gratuitas até 65 famílias do concelho de Faro que mais necessitam.

 

C) Entidade beneficiária no Programa Integrado de Educação e Formação

Por reunir todas as condições exigidas, a Associação foi convidada pelo Centro Distrital de Segurança Social de Faro para estabelecer protocolo com o Instituto de Segurança Social, I.P., no que respeita ao Programa Integrado de Educação e Formação através do qual se pretende combater o abandono e insucesso escolar, através do reforço na educação dos jovens oriundos de bairros problemáticos.

D) Desenvolve parcerias com outras entidades

Parcerias com outras entidades em temas como o combate ao tráfico de seres humanos, violência doméstica, apoio alimentar e educação parental.

E) A próxima valência a implementar será um Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Familiar

O CAFAP pretende ser uma resposta inserida na comunidade, procurando implementar uma metodologia de trabalho em rede. A população alvo desta resposta será constituída por famílias do concelho de Faro cujo agregado integre crianças e jovens em situação de risco, decorrente de abandono, maus-tratos físicos e psicológicos, negligência, fuga de casa por motivo de gravidez ou outros fatores, ou no caso das situações previstas nos artigos 11º, 39º, 41º, 42º ou 56º da Lei nº 147/99 de 1 de Setembro, Lei de Protecção de Crianças e Jovens em Perigo.

O CAFAP tem como objetivos: Promover o estudo e a avaliação das famílias em risco psicossocial; Prevenir situações de perigo; Evitar ruturas que possam levar à institucionalização; Assegurar a satisfação das necessidades físicas, cognitivas, emocionais e sociais das crianças e jovens; Reforçar as competências pessoais dos intervenientes no sistema familiar das crianças e jovens através de uma abordagem integrada dos recursos da comunidade; Promover a mediação entre a família e os serviços envolvidos para facilitar a comunicação, potenciar contactos e promover a solução de eventuais dificuldades e Contribuir para a autonomia das famílias. 

Como pode ajudar a Associação de Proteção à Rapariga e à Família

Pode ajudar a Protecção à Rapariga e à Família:

  • Tornando-se sócio;
  • Divulgando o nosso trabalho;
  • Fazendo um donativo monetário ao abrigo da Lei do Mecenato;
    Caixa Geral de Depósitos – 0035 0205 0001 0814 03006

Caso deseje apoiar a Protecção à Rapariga, pode fazê-lo através da atribuição de um donativo.

Na possibilidade de se poder associar a este projeto como mecenas, com um donativo, ser-lhe-á emitido um recibo de donativo, dedutível ao abrigo de lei do Mecenato.

  • Pode ser solidário doando 0,5% do valor do seu IRS, sem acréscimo de custos para o contribuinte.
    Para realizar este processo deverá  preencher no Anexo H da sua declaração de IRS, no campo 901 o Número de Identificação Fiscal (NIPC 501650296) da Protecção à Rapariga.
  • Fazer trabalho de voluntariado na instituição

Contactos:

Rua Monsenhor Henrique Ferreira da Silva,
Edíficio Protecção à Rapariga
8005- 137 Faro
Tel: 289 865 891

Fax: 289 865 893

TM: 965 274 084 / 969 330 063

Página: www.proteccaoarapariga.com

Email: proteccaoarapariga@gmail.com

Imprimir

Partilhar: