Entidade de Setembro de 2011

Centro Social e Comunitário de S. Bartolomeu

O Centro Social e Comunitário de S. Bartolomeu (CSCSB) é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), em atividade desde os anos sessenta por iniciativa de um grupo de senhoras do «GRAAL» (Movimento internacional de Mulheres motivadas pela procura espiritual e empenhadas na transformação do Mundo numa Comunidade global de Justiça e Paz), com o objectivo de dar apoio às crianças de famílias desfavorecidas vindas dos bairros de lata da nossa Cidade. 

O Centro é sediado no Bairro de São Bartolomeu, possuindo instalações, igualmente, no Bairro dos Assentos, ambos em Portalegre e rege-se por quatro princípios fundamentais: 

  • Apoiar socialmente o idoso carenciado;
  • Rentabilizar recursos humanos já existentes na nossa instituição;
  • Dotar Portalegre de uma estrutura inovadora de apoio e acolhimento ao idoso;
  • Efetivar o projeto inicialmente proposto pela nossa Instituição.

O Centro coopera com as famílias na educação física, intelectual, espiritual e moral dos seus filhos, mantendo em funcionamento, em regime de externato, as respostas sociais de Creche (crianças dos 4 aos 36 meses), Pré-Escolar (crianças entre os 3 e os 6 anos) e Atividades de Tempos Livres (crianças entre os 6 e os 10 anos), frequentando a Instituição um total de 240 crianças. Os principais objectivos desta Instituição são assegurar condições que favoreçam o desenvolvimento harmonioso e global das crianças numa perspectiva cristã, educar para a justiça, favorecer a integração dos diferentes níveis sociais; desenvolver o espírito de autonomia, iniciativa, sentido crítico e liberdade de expressão; proporcionar experiências básicas de vida em grupo de partilha e colaboração; suscitar o gosto pela descoberta do saber, criando condições de sucesso educativo e colaborar estreitamente com a família, primeira e naturalmente responsável pela educação dos filhos.

No âmbito do protocolo firmado com o Centro Distrital de Segurança Social de Portalegre, o Centro de São Bartolomeu tem uma equipa multidisciplinar composta por dois técnicos de serviço social, um psicólogo, uma educadora social e três ajudantes de ação direta que trabalham com o objectivo de promover a inserção social de famílias que, por vários motivos, se encontram em situação de exclusão social ou em risco de exclusão. Esta equipa acompanha o percurso de inserção dos cerca de 235 agregados familiares beneficiários desta prestação, residentes nos concelhos de Portalegre e do Crato. 

Entre as principais atividades desta equipa, que conta com a colaboração de organismos externos, como é o caso da Associação Portuguesa para Defesa do Consumidor (DECO), incluem-se ações de sensibilização acerca de poupança energética, economia doméstica e outros assuntos similares. Neste âmbito existe também uma estrita colaboração com a Rede Social da Câmara Municipal de Portalegre, que também promove algumas sessões de sensibilização acerca de economia familiar, cidadania e cuidados básicos de saúde e higiene. Esta equipa levou a cabo um Curso de Cozinha Económica, de modo a equilibrar o orçamento familiar destes agregados, algo complicado em termos de prioridades económicas.

Paralelamente, foi desenvolvido outro curso, de maior duração e de carácter mais prático, (com confecção de refeições que o beneficiário pode levar para casa), em parceria com a Escola de Hotelaria de Portalegre e o apoio da Câmara Municipal de Portalegre.

O Centro de São Bartolomeu fomenta, igualmente, o Emprego Protegido através da parceria com a CERCI de Portalegre, tendo atualmente no quadro de pessoal duas funcionárias com deficiência mental rudimentar a desenvolver funções no âmbito dos serviços gerais. Para além disso, tem várias parcerias com escolas de Portalegre (1º, 2º, 3º Ciclos, Secundárias e Escolas Superiores de Educação e Saúde) de forma a facultar estágios na instituição aos alunos a frequentar cursos profissionais e Superiores.

O CSCSB também desenvolve atividades de apoio à comunidade portalegrense no âmbito dos Programas do Banco Alimentar e do Programa Comunitário de Ajuda Alimentar a Carenciados (PCAAC). Através destes programas de Ação Social o centro recebe da União Europeia (UE) géneros alimentares que, posteriormente, são distribuídos a todas as famílias carenciadas que solicitam ajuda ou que são sinalizadas pelos Serviços de Ação Social. Para além disso, procede-se também à recolha de géneros alimentares, em campanhas junto dos diversos estabelecimentos comerciais da cidade de Portalegre, no âmbito do Banco Alimentar. Esta angariação é complementada por donativos de algumas empresas locais, como é o caso de supermercados que cedem géneros alimentares para o efeito. 

O CSCSB considera que para o desenvolvimento global da criança em contexto social toda a ação pedagógica deve exercer uma função estrutural e construtiva, funcionando como produto e agente de transformação do meio. É neste meio do qual a criança faz parte que ela terá que se encontrar e descobrir a sua forma de expressão e realização. Os temas e atividades promovidas pela Instituição pretendem dotar as crianças de conhecimentos referentes ao passado e ao presente no sentido de dar a conhecer a cultura e tradições portuguesas, bem como de todo o mundo, assentando na promoção de uma boa cidadania.

A extensão no Bairro dos Assentos só tem em funcionamento pleno a resposta de creche, faltando iniciar a atividade de Centro de Dia. Esta valência ainda não se encontra em funcionamento por falta de capacidade financeira, impossibilitando a rentabilização do equipamento para o seu pleno funcionamento. A concepção do Centro de Dia, vem contemplar a oferta de apoio social a que o Centro Social e Comunitário de São Bartolomeu de Portalegre e Paróquia de São Lourenço deram início.

Este projeto propõe-se prestar serviços de transporte, acolhimento, alimentação, cuidados de saúde, higiene e tratamento de roupas e ocupação estruturada de tempos. O objectivo do projeto consiste em ajudar os idosos mais desfavorecidos, gerando condições que favoreçam o seu quotidiano, concebendo um espaço onde o sénior se sinta confortável, visando prestar apoio psicossocial ao idoso e inseri-lo na comunidade em geral, contribuindo para a melhoria das condições de vida e bem-estar. No fundo, o que se pretende é, num processo crescente de inclusão social, possibilitar à população idosa residente a manutenção das suas capacidades e a diminuição da sua dependência, criando simultaneamente formas de autonomia e serviços de apoio geral no seu quotidiano.

De um modo geral, os objectivos gerais do projeto assentam em: Colmatar necessidades emergentes do público idoso e famílias;

  • Promover a ocupação estruturada de tempo;
  • Fomentar as relações interpessoais entre idosos e destes com outras faixas etárias;
  • Despertar hábitos de vida saudável;
  • Erradicar o isolamento sociocultural;
  • Promover o envelhecimento ativo.

Como pode ajudar o Centro Social e Comunitário de São Bartolomeu?

  • Donativo por parte de Empresas que se sintam interessadas em promover a nossa resposta social de Centro de Dia;
  • Empresas particulares que fabriquem ou comercializem equipamentos de cozinha ou lavandaria, bem como do sector automóvel, poderem, de forma parcial ou total, facultar algum do equipamento em falta nas nossas instalações;
  • Doação de equipamento obsoleto (o CSCSB faz a recolha).

Imprimir

Partilhar: